Quando deve-se fazer a Manutenção de Máquinas?

Escrito por Josue Evandro Conchi

Publicado em 18 de janeiro de 2021 · 6 minutos de leitura

Na rotina de indústrias e canteiro de obras a manutenção de máquinas é essencial. Conheça mais sobre o quis a NR 12, em relação a este quesito.

Planejar ambientes livres de acidentes não é fácil, principalmente quando se deixa de lado ações como a manutenção periódica.

Desse modo, a NR 12 estabelece procedimentos técnicos sobre manutenção de máquinas, realização de ajustes, inspeções, reparos e limpezas.

Contudo, todos esses serviços são guiados pela NBR 14153 e NBR 12100 (normas técnicas relacionadas à Segurança de Máquinas).

Segundo essas diretrizes, vamos mostrar a necessidade de programar uma manutenção de máquinas de sua fábrica ou dentro de um canteiro de obra.

Como fazer um projeto de segurança de máquinas?

Manutenção de máquinas e sua importância

A manutenção de máquinas, segundo a NR 12 precisa ser feita regularmente ou de acordo com a orientação da fábrica. Sendo assim, essa norma reguladora indica, somente profissional habilitado pode executar tal tarefa. Ela ainda classifica em 3 diferentes tipos de manutenção, no qual abordaremos mais à frente. Já NBR 14153 descreve sobre a manutenção de máquinas ser fundamental a fim de desempenhar níveis aceitáveis de produtividade.

Dessa forma, tendo o compromisso de manter a segurança dos profissionais envolvidos em suas operações. Esta norma também reforça sobre a conservação periódica avaliará o limite de tempo (descrito pelo fabricante no manual). Dessa forma também, se o maquinário sofreu desvio de sua função, no qual pode causar acidentes. Portanto, a NBR 12100 aponta aspectos onde se relacionam com os riscos, este conjunto de diretrizes menciona a respeito da manutenção no qual pode ocorrer:

  • Defeitos: quando as máquinas funcionam de maneira incapaz, ou seja, quando não opera do jeito planejado, é comprovado em manutenções preventivas;
  • Falhas: normalmente aparece antes de um defeito, e se assemelham em conceitos. A norma cita 3 formatos (falha perigosa, falha de causa comum e falha de modo comum);
  • Mau funcionamento: quando uma máquina apresentar diferentes falhas durante sua operação;
  • Situação de emergência: risco máximo onde as máquinas sem manutenção podem chegar. Terá de ser desligado imediatamente e a correção providenciada.

Vale dizer, esses são pontos sempre avaliados durante uma fiscalização.

Classificação das manutenções de máquinas

Conforme mencionado, a NR 12 define 3 tipos de manutenção de máquinas, confira seus conceitos abaixo (de acordo a esta norma).

Manutenção Corretiva

Acontece quando se identifica falhas, quebras, defeitos ou necessidade de ajustes. Seu objetivo é de devolver as funções originais do maquinário. Contudo, a corretiva nunca faz parte do planejamento dos gestores. Sempre é muito onerosa, pois os danos dificilmente são isolados, ou seja, afeta outras peças da máquina ou equipamento. Contudo, dedicar uma parte do orçamento a fim de realizar as manutenções corretivas, é uma boa prática.

Manutenção Preventiva

Realizada seguindo um planejamento montado de acordo as decisões técnicas, ou seguindo as orientações do fabricante. Sendo assim, é um bom formato a fim de impedir falhas e defeitos, por exemplo, e para colaborar com o melhor desempenho do maquinário. A manutenção preventiva se estrutura através de paradas programadas das máquinas, no qual não afetará a produtividade do estabelecimento.

Manutenção de máquinas: Manutenção Preditiva

A NR 12 diz que esta modalidade proporciona maior qualidade e controle dos procedimentos de conservação do maquinário. Consiste num sistema analítico capaz de identificar um mau funcionamento antes de prejudicar a máquina. Também usa um cronograma de ações, porém, foca nos possíveis defeitos e falhas nas quais podem ocorrer. Sendo assim, trata-se do tipo de manutenção de máquinas mais completo. Decerto, essas modalidades podem coexistir, tudo depende do segmento da empresa e quais itens compõem seu inventário.

Obrigatoriedades na manutenção de máquinas e equipamentos

A NR 12, acaba exigindo que qualquer manutenção atenda aos seguintes pontos:

  • Realizada por profissionais qualificados;
  • Registro em fichas técnicas ou softwares de gestão;
  • Disponibilizar tais registros para CIPA e Auditores Fiscais do Trabalho;
  • Um cronograma de execução quando a empresa preferir realizar manutenção preventiva;
  • Apresentar o sistema técnico (usando meios de supervisão centralizados ou de amostragem) quando utilizar a manutenção preditiva.

Ainda a respeito dos registros das manutenções, é necessário conter dados como:

  • Quantas intervenções já foram realizadas nas máquinas e equipamento; informando todas as datas;
  • Quais foram os serviços executados;
  • Quais peças foram trocadas;
  • Qual o nível de segurança do equipamento ao final da manutenção;
  • Observações nas quais contribuem em medidas preventivas;
  • O nome do profissional realizador dos serviços.

Sendo assim, todos esses pontos cobrados em auditorias. Portanto, é essencial cumpri-los de modo a evitar penalidades nas quais vão desde do embargo da máquina até pesadas multas.

Principais pontos para se observar numa manutenção de máquinas

De modo a conservar máquinas e equipamentos os profissionais costumam verificar aspectos básicos, são eles:

  • Limpeza: é importante verificar o acúmulo de poeira, ou outros elementos onde podem impedir o funcionamento das máquinas. É comum ser executada em tempos mais curtos;
  • Lubrificação: muitas engrenagens precisam de óleos a fim de ter vida útil mais longa. Desse modo, ter controle sobre a lubrificação destes itens reduzirá os gastos em trocas;
  • Situação das proteções: as proteções fixas e móveis servem a fim de reduzir os trabalhados a perigos e riscos. É necessário observar periodicamente se estão conservadas;
  • Dispositivos de comando: também fundamentais para garantir a segurança, sobretudo, quando as máquinas apresentarem perigos iminentes. Portanto, precisam ser avaliados constantemente;
  • Parte elétrica: a NBR 14153 foca nesse aspecto, e lista procedimentos nos quais ajudam na conservação e controle dos componentes elétricos.

Todas essas recomendações visam consideráveis benefícios, tais como:

Menos falhas

Adotando a manutenção preditiva, é possível criar programas onde conseguem reduzir em até 90% das falhas.

Custos reduzidos com estoque

Na manutenção planejada é possível listar todas as peças nas quais serão utilizadas. Não se gastará nos itens sobressalentes no estoque.

Maior vida útil das máquinas

As revisões periódicas garantem a operação dos equipamentos dentro do previsto pelos projetistas.

Tempo ocioso

Primeiramente, caso as máquinas estejam paradas, isso é considerado prejuízo. Sendo assim, ter um esquema bem elaborado de manutenções é tão importante, pois evitará as máquinas não ficarem paradas além do necessário.

Segurança dos trabalhadores

Sem dúvida, é a proteção dos profissionais o principal benefício de manter um programa de manutenção de máquinas eficaz. Sendo assim, caso prefira, pode-se acessar a norma da NR 12 na íntegra e verificar essas e outras informações relacionadas. Também, caso tenha alguma dúvida a respeito da manutenção de máquinas, entre em contato conosco, será um prazer te ajudar!

Conheças os termos e significados da Norma NBR-14153!

Comentários de usuários

Participe do nosso grupo de Telegram!

Tudo sobre NR 12, incluindo materiais gratuitos, planilhas de controle, modelos de análises de risco e uma comunidade engajada sobre NR 12!
Mais artigos relacionados
Estimativa de Risco na NR 12

Estimativa de Risco na NR 12

Para evitar perigos frequentes no ambiente de trabalho, é preciso fazer uma estimativa de risco. Ela ajuda a perceber, sobretudo, quais são os perigos envolvidos no manuseio de máquinas e equipamentos. No tema de hoje, vamos falar sobre os aspectos envolvidos nessa...

Materiais Gratuitos!

Confira todos os materiais criados pela Normatiza para engenheiros, técnicos e relacionados a NR 12!