Entenda o Objetivo do Projeto de Segurança de Máquinas

Escrito por Fernando Conci

Publicado em 8 de março de 2021 · 4 minutos de leitura

Compreender o objetivo do projeto de segurança de máquinas é fundamental ao afastar riscos de acidentes durante o trabalho.

Então, veja aqui como se estruturar este tipo de plano, garantindo maior prevenção em suas rotinas.

As empresas usuárias de máquinas e equipamentos em suas atividades são constantemente cobradas, sobretudo, por fiscalizações no qual visam identificar o funcionamento adequado destes.

Portanto, tais operações são arrodeadas de normas (reguladoras e técnicas) protegendo os trabalhadores envolvidos, sendo o principal objetivo do projeto de segurança de máquinas.

Conheça mais detalhes sobre o objetivo do projeto de segurança de máquinas no decorrer deste artigo.

Quais os Princípios para um Projeto Ergonômico

Principais definições no projeto de segurança

Atualmente a norma técnica da ABNT orientadora da metodologia deste tipo de plano é a 12100:2013. Esta define conceitos como:

  • A – Máquina/Maquinário – é um conjunto de peça que interligadas atendem a aplicações específicas;
  • B – Operabilidade – fator que indica quais são as características funcionais do maquinário;
  • C – Perigo – origem de possíveis danos físicos ou para saúde dos trabalhadores;
  • D – Zona de perigo – área que circunda a máquina, onde profissionais estão expostos a perigos;
  • E – Risco – probabilidade da ocorrência de um dano;
  • F – Análise de Riscos – descreve os limites do maquinário, como também quais perigos e estimativas;
  • G – Apreciação de Riscos – processo que inclui desde da análise até avaliação.

A NBR 12100 descreve outros tópicos pertinentes ao objetivo do projeto de segurança de máquinas, além de medidas e dispositivos voltados a evitar acidentes nesse tipo de atividade.

Etapas de elaboração do projeto de segurança

O planejamento de se afastar riscos no trabalho com máquinas, consiste em algumas fases, descritas abaixo.

1 – Análise, Avaliação Apreciação de Riscos

Não há como iniciar um projeto evitando acidentes no trabalho com máquina, sem conhecer os riscos. Sendo assim, é fundamental estimar, avaliar e verificar as situações periculosas associadas ao maquinário, viabilizando qualquer ajuste. Além disso, a avaliação é um dos pontos exigidos na adequação da Norma Reguladora 12 e cobrado em fiscalizações ou auditorias.

2 – Determinar medidas de segurança adequadas

Depois de conhecido os riscos, a etapa seguinte é definir qual linha de prevenção deve ser adotada, a partir das seguintes opções de medidas:

  • Proteção – Busca reduzir os perigos e pode ser individual até coletiva;
  • Segurança inerente ao projeto – Elimina ou reduz os problemas, realizando adequações antevistas no projeto;
  • Segurança – Formato incluindo dispositivos de proteção aos trabalhadores, expostos a riscos não previstos.

Tais medidas vão desde a inserção de um dispositivo de emergência até treinamentos em a melhor a operação das máquinas.

3 – Especificar proteções

Avaliada a necessidade de inserir proteções no maquinário, é necessário especificar no projeto se será:

  • Fixa;
  • Móvel;
  • Ajustável;
  • Com intertravamento;
  • Com intertravamento e bloqueio;
  • Com intertravamento e comando de partida.

Também nessa fase se indicará os dispositivos de emergência e/ou parada, necessários se houver alguma falha ou danos no equipamento.

4 – Validação do projeto

Sobretudo, somente após a validação dos gestores, especialistas em Segurança do Trabalho da empresa e o projetista, a execução do plano pode começar. É possível nesta etapa ser solicitado ajustes no planejamento das adequações. Aqui o papel do projetista é relevante, pois deverá fazer alterações sem comprometer a capacidade produtiva dos equipamentos. Também busca se os problemas foram realmente reduzidos e se é de interesse da empresa realizar tais ações. Portanto, o aval dos envolvidos tem relevância. Contudo, os custos não se sobrepõem a necessidade de aumentar a segurança.

Importância e Objetivo do Projeto de Segurança de Máquinas

Sem dúvida, prever possíveis usos incorretos do maquinário é o papel principal deste plano. Contudo, ainda contribui reduzindo custos de operação e no atendimento das exigências legais comuns ao grupo de empresas desempenhadoras dessa atividade. Desse modo, sem a realização e definição do objetivo do projeto de segurança de máquinas, não se consegue:

  • Conhecer os limites dos equipamentos;
  • Agendar manutenções, por exemplo, respeitando os ciclos de vida do maquinário;
  • Identificar perigos, tampouco situações perigosas (quando o trabalhador está exposto a um perigo);
  • Avaliar qual medida de segurança é aplicável na rotina da empresa, sem aumentar os gastos;
  • Evitar acidentes de trabalho, e, por conseguinte, o afastamento dos operadores de seus postos;
  • Passar sem problemas por auditorias do Ministério do Trabalho, ou de certificadoras de selos de qualidade, por exemplo.

Portanto, seguir as recomendações da NBR 12100 em atender o objetivo do projeto de segurança de máquinas é essencial. Desse modo, se conquista o nível de prevenção ideal e com o objetivo de proteger todos os trabalhadores da empresa.

Você sabe como é feito o processo de seleção de riscos para os projetos de segurança relacionados a sistemas de comando?

Deixe o seu comentário

Participe do nosso grupo de Telegram!

Tudo sobre NR 12, incluindo materiais gratuitos, planilhas de controle, modelos de análises de risco e uma comunidade engajada sobre NR 12!
Mais artigos relacionados

Materiais Gratuitos!

Confira todos os materiais criados pela Normatiza para engenheiros, técnicos e relacionados a NR 12!

Falar no WhatsApp
1
💬 Falar com especialistas em NR 12
Olá!
Fale com nossos especialistas em NR 12 e conheça mais da Normatiza!